Tipos de bateria

22/03/2019

Você sabe o modelo de bateria que utiliza em seu veículo? As baterias possuem diferentes características que devem ser conhecidas. Observando isso confira e saiba mais sobre os tipos de bateria existentes no mercado.

 

Modelos e tipos de bateria

Saiba quais são:

Bateria AGM

A bateria, modelo AGM estão cada dia mais se tornando mais comuns em veículos mais modernos. À medida que aumenta e cresce a demanda por ampères de partida a frio e de uma carga reserva entre os tipos de bateria.

Baterias AGM são como baterias de chumbo-ácido, exceto que seu eletrólito é absorvido e mantido em esteiras de vidro.  Ao invés de alagar livremente as suas placas. Portanto, não há um excesso de eletrólito em uma AGM, portanto elas podem operar normalmente em qualquer posição. Até mesmo de cabeça para baixo, sem ter que se preocupar com derramamentos.

Tipos de bateria AGM tendem a funcionar sobretudo um pouco acima da pressão interna atmosférica. Essa pressão é controlada por um regulador de válvula embutido. Portanto, quando instalado internamente, no bagageiro ou no interior do veículo, um tubo de ventilação deve ser conectado. Os tubos de ventilação não devem estar dobrados de qualquer forma e devem sair do lado de fora do veículo.

Bateria de cálcio

As baterias que tentem a ter uma baixa manutenção utilizam chumbo antimônio que são mais disponíveis, fáceis de fundir e normalmente usadas para baterias recarregáveis que oferecem uma eficiência e muito baixo custo. Na bateria de cálcio, o antimônio é trocado por cálcio nas suas placas. Portanto resultando em uma vida útil maior de sua bateria, e dessa forma resultando em menos manutenções no decorrer de sua vida útil.

As baterias de cálcio solicitam de uma voltagem de carga mais alta, normalmente de 15 volts, para conseguir o mesmo nível de carga que uma bateria normal de antimônio. Dessa forma exigem um ciclo de equalização periódica para ajudar a manter a condição ideal. Quando instalado em um veículo projetado para uma bateria de antimônio, ou seja, um sistema tradicional de 12 volts que carrega a 14 volts, a bateria atingirá 85% do estado de carga.

Vantagens

  • Amplificadores de partida a frio superiores.
  • Vida útil mais longa.
  • Pode ser 100% livre de manutenção.
  • Aceitará taxas de cobrança mais altas.

Desvantagens

  • Demora mais para recarga depois de ser executada.
  • Requer um carregador específico para restaurar a 100% do estado de carga.

Bateria de ciclo profundo

Uma bateria de ciclo profundo é uma bateria de chumbo-ácido projetada para ser regularmente descarregada profundamente, usando a maior parte de sua capacidade. Em contraste, as baterias de partida por exemplo, maioria das baterias automotivas, são projetadas para fornecer correntes altas e curtas para dar partida no motor e para serem frequentemente descarregadas de uma pequena parte de sua capacidade.

Tipos de Baterias de ciclo profundo têm suas placas mais grossas do que uma bateria automotiva comum e são feitas para serem descarregadas em até 80% de uso. A grande e principal diferença entre uma bateria de ciclo profundo e os outros tipos de bateria, é que as placas são placas sólidas de chumbo – e não esponjas. Isso resulta em menos área de superfície e, portanto, menos energia que as baterias de partida precisam.

Bateria bobina espiral

Bateria espiral é uma bateria AGM, mas com um diferente. As AGMs convencionais, é uma bateria de grande rendimento. Além disso, é frequentemente encontrada em veículos off-road ou de veículos de desempenho que exigem um grande torque extra nas partidas.

Além disso, as placas positivas e negativas são enroladas em conjunto com uma camada pequena de tapete de vidro absorvido entre proporcionando mais área de superfície. Portanto, produzir maior capacidade de carga de corrente. Essas baterias são mais resistentes a vibrações excessivas, calor e taxas de carga mais altas.

Bateria gel

Baterias gel, ou “células de gel”, contêm sobretudo ácido que foi “gelificado” pela adição de sílica de gel, transformando todo o ácido em uma massa sólida que se parece com uma geleia dura. A vantagem dessas baterias é que é impossível derramar ácido mesmo se elas estiverem quebradas. A desvantagem é que eles devem ser cobrados a uma taxa de carga mais lenta para evitar o superaquecimento.

Portanto, o excesso de calor transformará o “gel” em líquido, danificando as células. Baterias de gel são frequentemente encontradas em backup de alarmes de casa e brinquedos elétricos. Portanto, existe uma precaução. Além disso, as baterias de células de gel não podem ser carregadas rapidamente em um carregador automotivo convencional ou podem estar permanentemente danificadas.

Siga o Portal no Facebook

Agência Digital em BH Marketing Digital BH Agência de Marketing